Economia

Taxas pagas além do IRC põem Portugal entre os piores da UE para investir

POR ALGARVE EXPRESS
Tamanho da Letra: A-A+

A nossa taxa nominal de IRC é relativamente atractiva em termos europeus (21%), mas perde a batalha dos destinos mais atractivos ao investimento estrangeiro quando a esta se somam as derramas municipal e estadual – que a fazem chegar a 29,5%. A nível internacional é este valor que é relevado nas comparações. A reforma do IRC fez a taxa de imposto descer de 25% para 23% em 2014 e para 21% este ano, admitindo novas reduções até aos 17% em 2019. Ao mesmo veio adicionar à derrama municipal (que pode ir até 1,5%) um esquema de derramas estaduais de 3% para lucros acima de 1,5 milhões; de 5% para lucros que ultrapassem os 7,5 milhões; e de 7% sobre os lucros tributáveis que excedam os 35 milhões de euros.

Etiquetas: ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami