Saúde

Petiscos de Verão exigem consumo moderado

Tamanho da Letra: A-A+

Com a chegada do Verão, aumenta o consumo dos petiscos típicos desta estação, alguns deles com mais benefícios para a saúde do que outros. A Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa esclarece quais são mais saudáveis.

“O caracol é um molusco, semelhante à amêijoa e ao berbigão, contudo, em igual quantidade, é menos calórico, pelo que deve ser preferido. Para além de poucas calorias, o caracol tem mais proteína na sua constituição e é, por isso, mais saudável. A amêijoa tem mais calorias do que o caracol mas menos que o berbigão, pois cerca de 60 gramas (um pires) equivalem a apenas 70 calorias”, explica Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa.

“Relativamente aos queijos, os brancos (fresco, requeijão, mozarela e ricota) devem ser a primeira opção, uma vez que têm menos calorias, menor teor de gordura e sódio e maior quantidade de água do que os queijos curados e amanteigados”, revela.

A nutricionista clínica alerta ainda que “todos os petiscos devem ser consumidos com moderação e que, no máximo, devem ser acompanhados por dois copos de vinho. O ideal será não juntar pão, tostas ou molhos aos petiscos, pois isso poderá triplicar a quantidade de calorias ingeridas”.

E acrescenta: “entre os petiscos apreciados no verão, os mais saudáveis são os tremoços, uma vez que têm um teor calórico muito reduzido e uma quantidade elevada de água.”

Ana Rita Lopes salienta também a importância da ingestão de quantidades superiores de água durante as estações mais quentes. “Nesta época do ano, é muito importante ingerir cerca de dois litros de água por dia, uma vez que o nosso corpo necessita de mais água quando está mais calor”.

Etiquetas: ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami