Consultório Deco

Clientes do Banif, o que fazer

Tamanho da Letra: A-A+

“Sou cliente do Banif, o que devo fazer?”

A DECO INFORMA…

Se é cliente do Banif pode ficar descansado, os depósitos estão seguros. Mas se é accionista ou obrigacionista as notícias são más. O caso apresenta semelhanças com o BES, mas também há diferenças importantes.

Em primeiro lugar, como sucedeu no BES, os activos bons do banco foram separados dos ”tóxicos”. Os accionistas e os detentores de obrigações subordinadas do Banif ficaram no banco mau e dificilmente irão reaver esses investimentos. Em segundo lugar, a actividade “boa” do Banif foi vendida ao Santander Totta no âmbito da resolução do banco. Assim, não existirá um novo “Novo Banco”, mas os clientes do Banif não serão muito afectados pela resolução. As operações passam a ser asseguradas pelo banco Santander.

A resolução do Banif, ao que tudo indica, não está associada a irregularidades tal como aconteceu com o BES e o grupo Espírito Santo. Simplesmente, o banco não conseguiu voltar a ser viável depois da recapitalização decidida em Dezembro de 2012. Perante a inexistência de um comprador para assumir a posição de 60,5% que o Estado detinha do capital do Banif e como a legislação comunitária impede que as ajudas estatais se prolonguem indefinidamente, a resolução acabou por ser uma solução inevitável.

Quanto aos depósitos e contas à ordem no Banif, estes estavam garantidos pelo Fundo de Garantia de Depósitos. Agora passam para a guarda do Santander Totta, e também protegidos pelo Fundo de Garantia dos Depósitos até 100 mil euros por titular de conta.

Relativamente aos créditos, os clientes do Banif que constituíram um crédito vêem a titularidade do contrato passar para o Santander Totta, com as condições actuais.

Ações e obrigações: Há muito que recomendamos a venda das acções do Banif. Desde Setembro de 2011 que considerámos que as perspectivas não justificavam o valor em bolsa do banco. Em relação a obrigações emitidas pelo Banif, desaconselhámos estes produtos que nos chegaram através do serviço de avaliação a pedido.

Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor – DECO
Rua Dr. Coelho de Carvalho, n.º 1 C
8000-322 Faro
Tel. 289 863 103 – Fax 289 863 108

Etiquetas: , ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami