Economia

Taxa dos sacos de plástico previa 40 milhões. Só deu 1,5 milhões

POR ALGARVE EXPRESS
Tamanho da Letra: A-A+

Este valor corresponde a apenas 3,75% do encaixe previsto quando foi lançada a reforma da fiscalidade verde e que deveria compensar a quebra de receita do lado do IRS, provocada pela suavização deste imposto junto das famílias com dependentes. Uma das razões na origem desta baixa captação de receita em relação ao inicialmente estimado está nas mudanças do tipo de sacos que passaram a ser disponibilizados, nomeadamente pelos estabelecimentos comerciais. Os sacos fininhos foram substituídos por uma versão mais robusta, paga pelos consumidores, só que o dinheiro reverte para quem os vende e não para o Estado.

Etiquetas: ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami