Ambiente

Lagos adopta estratégia de adaptação às condições climáticas

POR ALGARVE EXPRESS
Tamanho da Letra: A-A+

O PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, formulado em 16 de dezembro de 2014, surge como um dos programas criados para a operacionalização da Estratégia Portugal 2020. No âmbito do Aviso-Concurso destinado ao Planeamento em Adaptação às Alterações Climáticas, 17 candidaturas foram aprovadas, a nível nacional. A de Lagos foi uma delas.

O município de Lagos viu a sua candidatura referente ao “Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Lagos (PMAACL)”, no valor de 36.900,00€, ser recentemente aprovada pelo PO SEUR no respectivo Aviso-Concurso destinado ao Planeamento em Adaptação às Alterações Climáticas.

O PMAACL terá 3 fases, estando previstaê a sua conclusão em dezembro de 2017. A primeira será a fase de avaliação e cenarização climática municipal, conhecimento actual e futuro na região e concelho. A segunda prende-se com a fase de análise, identificação dos impactos climáticos, avaliação da capacidade adaptativa, vulnerabilidades actuais e futuras com análise sectorial. Por fim, a última fase que diz respeito à definição e avaliação, programa de medidas e acções de adaptação, quadro de monitorização e gestão do Plano e Integração do plano no planeamento local.

A dotação financeira disponível para este Aviso era de 3M€ e foram submetidas ao mesmo 23 candidaturas. Depois de todas as candidaturas analisadas foram aprovadas 17, resultando num total de Fundo de Coesão atribuído no valor de 2.906.229,77 €.

Recorde-se que Portugal assumiu o objectivo de reforçar as capacidades de adaptação às alterações climáticas, contribuindo para a implementação da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC), que tem como objectivos: atualizar e promover o conhecimento sobre as alterações climáticas e avaliar os impactes; avaliar a capacidade de adaptação e priorizar a implementação de medidas; e promover a integração da adaptação às alterações climáticas nas políticas públicas e sectoriais de maior relevância e nos principais instrumentos de planeamento territorial a nível nacional, regional e local.

Etiquetas: , , ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami