Economia

Investimento de milhões de euros foi inaugurado em Lagos

JORGE EUSÉBIO
Tamanho da Letra: A-A+

Foi inaugurada, esta sexta-feira, 22 de março, com a presença da ministra do Mar, Ana Paulo Vitorino, a fábrica de processamento de peixe Congelagos.

Situada em Odiáxere, no concelho de Lagos, representou um investimento de quase 20 milhões de euros, tem capacidade para processar 300 toneladas diárias de peixe e de armazenar 5.400 toneladas de congelados.

O líder do projeto é o empresário lacobrigense Nuno Battaglia, que depois de ter feito carreira nos Estados Unidos, regressou à sua terra natal, para aí investir.

Segundo afirmou na cerimónia de inauguração, este é um projeto concebido para ter “uma sustentabilidade a 360º: para os pescadores, para os armadores, para o ambiente e para o mercado”. A empresa vai trabalhar, essencialmente, com “espécies que estão subaproveitadas e subvalorizadas, como a cavala e o carapau”, que existem em abundância no mar algarvio e que não têm problemas de limitação de quotas como, por exemplo, acontece com a sardinha.

Desta forma garante-se que os armadores e pescadores ” conseguem vender o peixe a um determinado preço”, que torna rentável a captura destas espécies, o que, atualmente, por vezes, não acontece.

Nuno Battaglia pretende colocar a esmagadora maioria da sua produção em mercados internacionais, essencialmente gourmet, onde é possível valorizar mais o peixe nacional.

A ministra Ana Paula Vitorino elogiou o projeto, que entende vir dar um contributo importante para o crescimento da economia do mar. Mas também destacou a vertente ambiental, uma vez que hoje em dia “nenhum negócio pode sobreviver se não tiver critérios de sustentabilidade a nível ambiental”.

Após a visita às instalações, a governante realçou a “inovação introduzida” que tem como consequência que uma parte significativa dos 75 empregos criados “possuam elevada qualificação”.

Este tipo de projetos é, igualmente, importante, na sua opinião, por dar alternativas de trabalho e de desenvolvimento numa região dominada pelo turismo. Esse é um setor muito importante e que deve continuar a ser dinamizado, mas “nenhuma região pode ficar refém de apenas uma atividade económica”.

A presidente da Câmara de Lagos, Joaquina Matos, referiu que aquele foi “um momento que ficará marcado na nossa memória individual e coletiva, pois não é todos os dias que se testemunha a inauguração de uma fábrica com esta dimensão, em termos de investimento, de inovação, de capacidade produtiva e de empregabilidade”.

A autarca destacou, ainda, o facto de se tratar de um investimento ligado ao mar, “algo que está no ADN dos lacobrigenses, o qual vem diversificar o nosso tecido empresarial e económico”.

Veja aqui o vídeo da inauguração:

Etiquetas: , , ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami