Cultura

Amêndoa, figo e fios de ovos foram os reis de mais uma edição da Feira Concurso Arte Doce

Tamanho da Letra: A-A+

Neste fim-de-semana de 25 a 27 de Julho de 2014, cumpriu-se a tradição, com a realização de um dos eventos culturais de maior relevo no concelho de Lagos: a Feira Concurso Arte Doce.

A amêndoa, o figo e os fios de ovos foram, uma vez mais, os reis deste certame que cumpriu a sua 27.ª edição e que tem como principal objectivo a divulgação e promoção da doçaria conventual típica da região, aliadas à componente de concurso.

Na edição deste ano, e á semelhança das últimas edições, foram perto de 70 os participantes (alguns de outras zonas do país) com as suas barracas entre doceiras, artesãos e entidades locais (IPSS’s e Associações Culturais e Desportivas), que durante 3 dias, no Complexo Desportivo de Lagos, adoçaram a boca dos seus visitantes com o que de melhor a doçaria conventual nos pode oferecer.

Como habitualmente, em todas as edições é escolhido, a concurso, um tema obrigatório que as doceiras terão de representar nas suas esculturas em massapão. Na edição deste ano a Câmara Municipal de Lagos escolheu o “Ano Internacional da Agricultura Familiar”, (AIAF), cujo objectivo foi o de “reposicionar a agricultura familiar no centro das políticas agrícolas, ambientais e sociais nas agendas nacionais, identificando lacunas e oportunidades para promover uma mudança de rumo, na certeza de que a agricultura familiar tem um importante papel socioeconómico, ambiental e cultural (…) e a sensibilização dos milhares de visitantes da Feira”.

À semelhança de anos anteriores a animação da Feira foi mais modesta de que em anos mais abastados, recorrendo a artistas da região. No primeiro dia a animação ficou a cargo da Banda e do Grupo de Percussão da Sociedade Filarmónica 1.º de Maio, Dança com o Estúdio de Ballet Gwen Morris, Demonstração de Zumba por parte da Lagos Em Forma. No segundo dia a animação contou com o Grupo de Cavaquinhos e Grupo Coral da Universidade Sénior de Lagos e Jogo Intergeracional celebrando o Dia dos Avós. O último dia da Feira, que ficaria marcado pela entrega de prémios do concurso Arte Doce (veja lista de premiados mais à frente) contou com a participação da Associação de Dança de Lagos.

Durante os três dias da Feira, sempre pelas 22.00 horas, decorreram ainda, num palco montado no exterior do recinto do Complexo Desportivo de Lagos, alguns espectáculos musicais. O primeiro dia seria encerrado com um espectáculo de TRIBUTO a IVETE SANGALO e DANIELA MERCURY. A segunda noite foi de “Emoções Agridoces” com o concerto dos Staccato Limão. O espectáculo “Sabor a chocolate” de Filomena Baptista e os seus bailarinos, fecharam o último dia da Feira.

Apesar de uma animação mais modesta, sem presença de grandes nomes do panorama artístico português, houve lugar a uma novidade ou a uma inovação: a preparação, ao vivo de uma Cataplana Doce, que aconteceu pelas 20.00 horas do primeiro dia da Feira.

Perante um grande número de curiosos, o chefe Augusto Lima, em pleno palco, e com a ajuda de um pequeno membro dos escuteiros de Lagos, preparou e explicou, passo a passo a preparação de uma cataplana que, ao contrário do que estamos habitados a ver e a saboriar, não leva marisco mas sim figos, sumo e raspa de laranja e limão, algumas especiarias como estrelas de anis, canela e tominho.

No final, a cataplana doce foi partilhada por aqueles que a ousaram e quiseram provar. O Algarve Express também provou e aprovou.

Este momento, foi, sem dúvida, algo que destacou a edição deste ano de edições anteriores.

Outro momento alto da Feira Concurso Arte Doce é o da entrega de prémios que, este ano, aconteceu perto das 19.00 horas.

Em relação aos vencedores há destacar algumas curiosidades por comparação com a edição de 2013. Quatro das vencedoras venceram também no ano passado. Lucília Baptista voltou a vencer o prémio de Melhor Doce Fino e a dupla Nélia Figueiredo e Glória Furtado voltaram a ganhar os prémios escolha do público.

Resta-nos agora esperar 1 ano pelas novidades da edição de 2015 que, terá como coincidência, o facto de se realizar justamente nos mesmos dias que a edição de 2014.

Lista dos Premiados do Concurso “Arte Doce”

Grande Prémio Arte Doce 2014
Luísa Paula Mariano

Tema Livre

1.º Prémio
Luísa Paula Mariano
2.º Prémio
Nélia Figueiredo e Glória Furtado
3.º Prémio
Bolodoce – Doçaria Regional, Lda

Tema Obrigatóro “Ano Internacional da Agricultura Familiar”

1.º Prémio
Os Docinhos da Gena (Maria Eugénia Militão)
2.º Prémio
Catinho Doce da Fernanda
3.º Prémio
Pastelaria Ana Maria (Solicar)

Lista dos Premiados do Concurso “Qualidade da Tradição”

Melhor Doce Fino: Lucília Baptista
Melhor D. Rodrigo: Patrícia Isabel Sintra
Melhor Morgado: Gracinda Batista
Melhor Doce de Figo: Cantinho Doce da Fernanda

Prémio Escolha do Público

Tema Livre: Nélia Figueiras e Glória Furtado
Tema Obrigatório: Nélia Figueiras e Glória Furtado

Veja aqui a galeria de fotos da Arte Doce que seleccionámos. Clique nas imagens para ampliar.

Notícias associadas:

Caiu o pano sobre a Arte Doce
“Ano Internacional da Agricultura Familiar” é o tema da Feira Concurso ARTE DOCE 2014

.

Etiquetas: , , ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami