Obras

Estação de Correios da Ameijeira encerrada para obras de beneficiação

POR ALGARVE EXPRESS
Tamanho da Letra: A-A+

A Estação de Correios da Ameijeira, situada na Rua Francisco Sá Carneiro, em Lagos, encontra-se encerrada, desde a passada sexta-feira, dia 12 de Dezembro. O encerramento acontece por motivos de beneficiação do espaço.

Recorde-se que a Estação de Correios da Ameijeira, surgiu há alguns anos, quando a cidade de Lagos contava apenas com a Estação das Portas de Portugal, situada na baixa da cidade, em plena Avenida dos Descobrimentos, onde se centrava todo o atendimento e que entretanto se tornara insuficiente.

Desde da sua abertura, na denominada “zona nova da cidade”, a Estação de Correios da Ameijeira, tem sofrido algumas obras pontuais de beneficiação, tentando adequar o espaço em face das necessidades logísticas por parte dos CTT. O mesmo já aconteceu com a Estação de Correios das Portas de Portugal.

Há alguns anos, aquando da implementação dos novos códigos postais, nas instalações contíguas à Estação de Correios da Ameijeira, aí viria a ser posta a funcionar uma pequena Central de Distribuição de correio. Alguns anos depois, esta viria a ser transferida para a zona do Chinicato, onde se encontra actualmente.

Mas, se a sua existência não se põe em causa, o mesmo não se poderá dizer do seu aproveitamento. Se no seu início, todos os sete balcões, divididos pelas suas duas áreas de atendimento, funcionavam em pleno e até com alguma celeridade, depressa se passaria para uma situação de verdadeiro descaso com os clientes que lá recorrem diariamente e que persiste até à actualidade, sem grande vontade, nem das chefias locais nem das centrais em resolvê-la de forma positiva e permanente a contento dos clientes.

Os dois balcões mais recuados, depressa deixaram de funcionar, com a desculpa esfarrapada de falta de logística, provavelmente alicerçada no despedimento ou na transferência de funcionários para outras Estações e tornando o seu funcionamento muito mais lento e caótico, o que persiste até aos dias de hoje.

CTT da Ameijeira funcionam em contentor

Segundo o Algarve Express apurou, as obras de beneficiação da Estação de Correios da Ameijeira, em Lagos, deverão demorar aproximadamente dois meses e visam dar aquelas instalações novas soluções de aproveitamento do espaço interno e do espaço de atendimento ao público, bem como novas soluções de apresentação dos produtos e serviços, que já se sentiam necessárias há algum tempo.

Mas não se poderá dizer que tudo está bem. Se, por um lado, se confirma que eram necessárias obras que dessem à Estação de Ameijeira, um novo visual com esperado toque de modernidade, por outro não se poderá deixar passar sem reparo o timming para o início das obras.

É que com o encerramento da Estação, a solução mais prática e barata, foi transferir os serviços para um contentor, que foi colocado, em pleno estacionamento, com as obras por plano de fundo. Assim, durante o período das obras, as pessoas terão de formar fila única e aguardar a sua vez em plena rua, ao frio e à chuva de inverno. Ora tendo em conta que as filas não costumam ser pequenas e o tempo de atendimento não tem por hábito ser curto, esperam-se tempos difíceis para quem se dirigir à improvisada Estação de Correios da Ameijeira. Também será de esperar um significativo aumento de público na Estação de Correios das Portas de Portugal, para onde muitos se passarão a dirigir para fugir às filas húmidas e frias da Ameijeira, sobretudo nesta altura festiva que atravessamos em que, o volume de correio aumenta bastante.

Mas como não há dor sem sofrimento, nem males que vêm por bem, todos esperamos que as obras de beneficiação da Estação de Correios da Ameijeira, tragam, a todos os que lá se dirigem com regularidade, um local mais moderno, apto e capaz de promover um melhor atendimento ao público, coisa que há já muito por lá se não vê.

Etiquetas: , ,

Comentar

Todos os direitos reservados.

Diário Online Algarve Express©2013

Director: António Guedes de Oliveira

Design & Desenvolvimento por: Webgami